Phelan-Mcdermid syndrome (PHMDS)

O que é Phelan-Mcdermid syndrome (PHMDS)?

Phelan-Mcdermid síndromes ou exclusão de 22 q13 síndromes como também é conhecido, pode desencadear vários níveis de sintomas. 75% dos indivíduos com diagnóstico de síndromes também estão no espectro do autismo.

Esta doença rara também se apresenta com atraso global de desenvolvimento, deficiência intelectual, baixo tônus muscular e características faciais distintas.

Síndromes Sinônimos:
Cromossomo 22 q13. 3 Exclusão Síndromes Monossomia telomérica 22 q13 Síndromes

Quais mudanças genéticas causam Phelan-Mcdermid syndrome (PHMDS)?

A síndromes é causada por uma deleção genética contínua no braço longo distal do cromossomo 21. Isso geralmente afeta o gene SHANK 3.

No caso de herança autossômica dominante, apenas um dos pais é o portador da mutação do gene e eles têm 50% de chance de transmiti-la a cada um de seus filhos. As síndromes herdadas em uma herança autossômica dominante são causadas por apenas uma cópia da mutação do gene.

Quais são os principais sintomas de Phelan-Mcdermid syndrome (PHMDS)?

Indivíduos com o síndromes experiência variando sintomas e gravidade variável de sintomas. Os indivíduos podem ter deficiência intelectual de leve a grave, e a maioria tem fala atrasada ou ausente. Atraso motor também é comum e problemas com o treinamento esfincteriano também são comuns. Os indivíduos também podem apresentar distúrbios do sono e problemas de alimentação relacionados ao síndromes.

As características faciais e físicas incluem baixo tônus muscular, mãos grandes, orelhas malformadas, unhas displásicas, cílios longos, uma cabeça grande, face média plana, sobrancelha larga, ponte nasal larga, olhos fundos, bochechas cheias e pálpebras inchadas.

Outras condições de saúde incluem defeitos cardíacos e renais e epilepsia. Muitos indivíduos parecem experimentar uma alta tolerância à dor e podem suar menos, levando a um risco aumentado de superaquecimento.

Possíveis traços / características clínicas:
Marcha instável, esporádica, microcefalia, queixo curto, macrocefalia, penetração da língua, displasia da unha, defeito do septo ventricular, hérnia umbilical, crista nasal côncava, ptose, estrabismo, sobrancelha grossa, mãos grandes, macrotia, hipotonia muscular Linfedema, hipotonia neonatal, deficiência neurológica da fala, estatura alta, 2-3 sindactilia dos dedos do pé, morfologia nasal anormal, fisiologia do sistema imunológico anormal, deficiência intelectual, moderada, atrofia cortical cerebral, anormalidade comportamental, autismo, ponte nasal larga, nariz bulboso, bruxismo , Andar de base ampla, Celulite, Anormalidade da substância branca periventricular, Anormalidade da dentição, Morfologia anormal dos cílios, Comportamento agressivo, Maturação esquelética acelerada, Aplasia / Hipoplasia do corpo caloso, Cisto aracnóide, Comprometimento visual Dolicocefalia, Ventriculomegalia, Dificuldades de alimentação na infância, Atraso motor, Achatamento do malar, Mielinização tardia do SNC, Sensação de dor prejudicada ção, maloclusão dentária

Como alguém faz o teste de Phelan-Mcdermid syndrome (PHMDS)?

O teste inicial para a síndromes de Phelan-Mcdermid pode começar com uma triagem de análise facial, por meio da plataforma de telegenética FDNA Telehealth, que pode identificar os principais marcadores da síndrome e delinear a necessidade de mais testes. Seguirá uma consulta com um conselheiro genético e, em seguida, um geneticista. 

Com base nesta consulta clínica com um geneticista, as diferentes opções para testes genéticos serão compartilhadas e o consentimento será solicitado para testes adicionais.

Informações médicas sobre Phelan-Mcdermid Síndromes

Phelan-McDermid syndrome has variable features including hypotonia, developmental delay, normal to accelerated growth, absent to severely delayed speech, autistic behaviour, and subtle dysmorphic features (dolichocephaly, prominent ears, ptosis, deep-set eyes). The syndrome is most often caused by deletions in chromosome 22q13.3. The loss of the SHANK3 gene in this region appears to be responsible for many of the syndrome's characteristic signs. In addition to developmental delay, monosomy 22q13.3 is associated with other clinical features: hypotonia, severe expressive language delay leading to absence of speech, pervasive behaviour, and subtle facial dysmorphism. The facial features do not seem to form a characteristic pattern, although the majority of the microscopically visible cases do have dolichocephaly, ptosis, epicanthic folds, and dysplastic ears. Prominent, dysplastic ears might be a clue to the diagnosis.
Precht et al., (1998) reported two cases with some similarities to Angelman syndrome, but in a series of 44 patients with features of Angelman syndrome, no case with del22qter was found (De Vries et al., 2002).
A case with general overgrowth and features suggestive of FG syndrome has been reported (De Vries et al., 2000).
Phelan et al., (2001) reviewed 37 individuals with deletions of 22q13, mostly detected by conventional chromosome analysis.
Bonaglia et al., (2001) studied a 1.5-year-old boy with an apparently balanced (12;22)(q24.1;q13.3) translocation. The clinical features were those of a 22qter deletion. The authors demonstrated that the ProSAP2/SHANK3 gene was disrupted. This codes for a gene encoding a scaffold protein involved in the postsynaptic density (PSD) of excitatory synapses. The gene is expressed in the cerebral cortex and cerebellum.
Wilson et al., (2003) presented evidence suggesting that haploinsufficiency of SHANK3, which codes for a structural protein of the postsynaptic density, is a major causative factor in the neurological symptoms of 22q13 deletion syndrome. Eleven further cases were reported by Manning et al., (2004). Six of the 11 had autistic-like features. The case reported by Barakat et al., (2004) had central diabetes insipidus.
Most reported cases with 22q13.3 deletions have been microscopically visible, but since the development of submicroscopic screening methods of the telomeres, nine cases with a submicroscopic or cryptic deletion have been reported. For the few submicroscopic 22q13.3-deleted cases, the facial features are even more subtle and variable. Array-based CGH was used in the study by Koolen et al., (2005) to detect nine submicroscopic deletions. Speech delay and hypotonia were found in nearly all.
Two brothers with clinical features resembling Clark-Baraitser variant of Atkin-Flaitz syndrome (q.v.) were discussed by Tabolacci et al., (2005). Six cases were reported by Lindquist et al., (2005). A patient with SHANK3 deletion was reported by Bonaglia et al., (2006).
Note the case with a brain tumor (an atypical teratoid/rhabdoid tumor) reported by Sathyamoorthi et al., (2009).
Hepatic failure has also been reported (Bartsch et al., 2010). A diagnosis must be considered in those with hypotonia, discrete facial dysmorphism, compromised language development, and normal or advanced growth (growth delay should not exclude the diagnosis - Rollins et al., 2011).
This deletion accounts for 1.7% of unexplained intellectual disability in the Chinese population (Gong et al., 2012).
A 70-year-old female with this condition had difficult-to-manage behaviour problems (an atypical bipolar disorder) starting in childhood and ending in institutionalization (Verhoeven et al., 2013).
A family with 3 affected siblings was reported by Nemirovsky et al., (2015). There was neonatal hypotonia in one whereas the other 2 sibs developed normally for the first 2 years with regression later in life. They had a broad nasal bridge, a bulbous nasal root and a large mouth (no pictures shown). Seizures started at the age of 7 years. MRI was normal.
Kim et al., (2016) described two unrelated patients with Phelan-McDermid syndrome and deletions in the 22q13.33 region. Both patients shared clinical characteristics including developmental delay, hypotonia, and dysmorphic features including low-set ears, deep-set eyes, wide eyebrows, and bulbous nose. One of the patients also had facial hypotonia, sunset eyes, long eyelashes, dolichocephaly, and macrocephaly. Additional inconsistent features were hypothyroidism, multicystic kidney, renal pelvis dilatation, and laryngotracheomalacia. Brain MRI showed delayed myelination in one patient and hydrocephalus in the other.

* This information is courtesy of the L M D.
If you find a mistake or would like to contribute additional information, please email us at: [email protected]

Seja mais rápido e preciso Diagnóstico Genético!

Mais de 250,000 pacientes analisados com sucesso!
Não espere anos por um diagnóstico. Aja agora e economize um tempo valioso.

Começa aqui!

"Nosso caminho para o diagnóstico de uma doença rara foi uma jornada de 5 anos que só posso descrever como uma viagem sem mapa. Não sabíamos nosso ponto de partida. Não sabíamos nosso destino. Agora nós temos esperança. "

Imagem

Paula e Bobby
Pais de lillie

O que é FDNA Telehealth?

A FDNA Telehealth é uma empresa líder em saúde digital que fornece acesso mais rápido a análises genéticas precisas.

Com uma tecnologia hospitalar recomendada pelos principais geneticistas, nossa plataforma exclusiva conecta pacientes a Especialistas Em Genética para responder às suas perguntas mais urgentes e esclarecer quaisquer dúvidas que possam ter sobre seus Sintomas.

Benefícios do FDNA Telehealth

Ícone FDNA

Credibility

Nossa plataforma é usada atualmente por mais de 70% dos geneticistas e tem sido usada para diagnosticar mais de 250,000 pacientes em todo o mundo.

Ícone FDNA

Acessibilidade

O FDNA Telehealth fornece análise facial e triagem em minutos, seguido por acesso rápido a conselheiros genéticos e geneticistas.

Ícone FDNA

Fácil de usar

Nosso processo contínuo começa com um diagnóstico online inicial por um conselheiro genético e segue por consultas com geneticistas e testes genéticos.

Ícone FDNA

Acurácia - Precisão

Recursos e tecnologia avançada de inteligência artificial (AI) com uma taxa de precisão de 90% para uma maior precisão análise genética.

Ícone FDNA

Valor para
Dinheiro

Acesso mais rápido a conselheiros genéticos, geneticistas, testes genéticos e um diagnóstico. Em até 24 horas, se necessário. Economize tempo e dinheiro.

Ícone FDNA

Privacidade e segurança

Garantimos a máxima proteção de todas as imagens e informações do paciente. Seus dados estão sempre protegidos, protegidos e criptografados.

O FDNA Telehealth pode aproximar você de um diagnóstico.
Agende uma reunião de Aconselhamento Genitico online dentro de 72 horas!

EspañolDeutschPortuguêsFrançaisEnglish